Atendimento: (27) 3324-3877 e (27) 3324-3795



Notícias



PRODES e cursos à distância estavam entre os itens da pauta da 2ª Câmara Nacional de Presidentes do Sistema CFMV/CRMVs

Aconteceu ontem e hoje, dias 05 e 06 de junho, a 2ª Câmara Nacional de Presidentes do Sistema CFMV/CRMVs de 2018. O evento, presidido pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária, reuniu presidentes e representantes dos 27 Conselhos Regionais no Centro de Convenções Sul América, no Rio de Janeiro, para discutir assuntos que visam o fortalecimento do sistema e das profissões de medicina veterinária e zootecnia.

Entre os itens de pauta da reunião estavam a padronização do manual de Responsabilidade Técnica (RT), a reformulação da Resolução CFMV 1015, a eleição dos componentes da comissão à frente da Proposta de Desenvolvimento dos Conselhos Regionais do Sistema CFMV/CRMVs (PRODES), a regulamentação dos cursos de auxiliar veterinário e a confecção de ofício ao Ministério da Educação (MEC) solicitando a não autorização de cursos de Medicina Veterinária e Zootecnia à distância.

De acordo com o presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Espírito Santo (CRMV-ES) Marcus Campos Braun, a participação do CRMV-ES "foi muito importante para levarmos as demandas do Espírito Santo a conhecimento do Conselho Federal, solicitando apoio nas ações, inclusive uma padronização do SISCAD - que está desatualizado -, e opinar quanto a todos os importantes itens de pauta do encontro”.

PRODES

Durante a Câmara, o presidente do CRMV-ES foi eleito membro da comissão responsável pela Proposta de Desenvolvimento dos Conselhos Regionais do Sistema CFMV/CRMVs (PRODES), proposta de campanha que está sendo estruturada pela atual gestão do CFMV e que será implantada já nos próximos meses.

“A PRODES é um fundo de apoio financeiro, um projeto de repasse do CFMV para os CRMVs. Inicialmente o federal irá repassar 5% do valor total da arrecadação para os regionais. Esse suporte financeiro irá auxiliar principalmente nas ações de fiscalização – atividade da autarquia que requer maior investimento”, explica Marcus Braun.

Resolução 1015

Outro tema abordado na 2ª Câmara dos Presidentes foi a necessidade de reformular a Resolução CFMV 1015, que conceitua e estabelece condições para o funcionamento de estabelecimentos médicos veterinários. De acordo com Marcus Braun, entre as propostas está uma legislação que regulamente e estabeleça condições para a criação de hospital de animais de grande porte e outras espécies.

Ensino a Distância

A confecção de ofício ao Ministério da Educação (MEC) solicitando a não autorização de cursos de Medicina Veterinária e Zootecnia à distância foi assinada por todos os presidentes do Sistema CFMV/CRMVs. Na nota, os presidentes defendem a qualidade do ensino das duas profissões e manifestam “total desacordo com a homologação de cursos nesta modalidade, sob pena dos profissionais egressos não estarem devidamente preparados para a prática dessas profissões que lidam, de diversas formas, com a saúde pública”.

 

Assessoria de Comunicação do CRMV-ES